IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Obras

PARQUE HISTÓRICO CASTRO ALVES

Criado em 1971 na fazenda onde nasceu o poeta baiano Castro Alves, o museu possui acervo com objetos que pertenceram ao poeta e seus familiares e fica localizado no Parque Histórico que possui auditório e biblioteca. Neste ano foram realizadas obras de reforma do Parque, onde será implantado um “Infocentro” para atender às diversas comunidades da região que procuram e se utilizam do parque, além de cantina, sanitários e locais para acondicionar arquivos técnicos.

Foto: site IPAC

.

.

.

.

FORTE DO BARBALHO

O Forte do Barbalho, construído no século XVII, é tombado pela União. Em 2012 foram iniciadas as obras de estabilização e consolidação da muralha da edificação, que é a mais larga existente dentre todas as fortificações da Bahia. Em 2013 um novo contrato foi assinado para conclusão das obras de estabilização e consolidação do Forte, com investimento total de R$ 3,9 milhões.

Foto: site IPAC

.

.

TELHADO DO MAM

.

.

.

.

.

.

Em março do ano em curso, o IPAC realizou, em caráter emergencial, os serviços de restauração do telhado do Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM, com investimento total de R$ 890.144,51.

Fotos: Empresa MEHLEN.

.

.

PALÁCIO EPISCOPAL DE BARRA

As obras no Palácio Episcopal representaram investimentos na ordem de R$ 444 mil, totalizando 1.998,50 m² de área beneficiada. Foram realizadas melhorias dos revestimentos, pinturas de paredes, recuperação de coberturas e esquadrias em todos os cômodos do Palácio, que reúne alojamentos, refeitório, cozinha, capela, residência episcopal e a cúria diocesana.

Foto: site IPAC

.

.

ILUMINAÇÃO DE MONUMENTOS

Como parte do Projeto de Iluminação Cenotécnica de 23 monumentos do Centro Histórico de Salvador, com investimento total de R$ 8 milhões do Tesouro Estadual, foram contemplados na primeira etapa cinco monumentos localizados no Terreiro de Jesus e o Cruzeiro de São Francisco: a Catedral Basílica, a primeira Faculdade de Medicina do Brasil e as Igrejas de São Domingos, São Pedro dos Clérigos e São Francisco. Em continuidade à execução do projeto, a segunda etapa com recursos da ordem de R$ 1.051.644,67, também já entregue, contemplou mais três monumentos: Igrejas do Carmo, Boqueirão e Santo Antônio.

Foto: site SECULT

.

.

CENTRO CULTURAL IRMANDADE DA BOA MORTE

A Festa da Boa Morte foi registrada como Patrimônio Imaterial e desde 2012, o conjunto de imóveis da Sede da Irmandade está em reforma para instalação do Centro Cultural com investimento total de R$ 848.944,10. O projeto de reforma foi elaborado através do Acordo de Cooperação Técnica de 25 de Junho de 2008, celebrado entre o Governo de Estado da Bahia (SECULT, SEPROMI, SEC, SEPLAN e SETUR) e a Irmandade da Boa Morte.

Fotos: Arq. Ubiratan de Castro – fiscal da obra/DIPRO – IPAC / Foto2: Equipe do IPAC com membros da Irmandade.

.

.

.

IGREJA DO PILAR (1º etapa)

…..

O complexo arquitetônico do Pilar está localizado no bairro do Comércio, em Salvador e é tombado pela União. O tombamento inclui todo o seu acervo ressaltando-se a imagem de Santa Luzia, datada do século XVIII. Em julho de 2013 foi iniciada a segunda etapa de restauração do monumento com investimento total de R$ 1.770.622,15. Serão restaurados os bens móveis e integrados ao monumento, realizada a recuperação de revestimentos, pavimentação, esquadrias, ferragens, forros, pintura e vidros e reimplantadas as instalações elétricas e hidrossanitárias.

Foto: site IPAC

.

.

.

.

ORATÓRIO DA CRUZ DO PASCOAL

Tombado pela União, o oratório foi construído no século XVIII. Devido ao risco de perda do monumento, o IPAC contratou a consultoria especializada do Professor Mário Mendonça, renomado especialista em fortificações e edificações coloniais do Brasil. A estabilização da estrutura e restauração dos azulejos e gradis do Monumento, baseadas no diagnóstico da consultoria, foram orçadas em cerca de R$ 272 mil e executadas com recursos do Tesouro Estadual.

Foto: site IPAC

.

.

.

CONJUNTO ESCOLA PARQUE – PAINEIS ARTÍSTICOS

 

 

 

O IPAC fiscalizou o restauro de sete obras do período modernista das artes plásticas na Bahia – de autoria de Carybé, Maria Célia Amado Calmon, Carlos Bastos, Djanira Motta Jenner Augusto e Carlos Magano – localizados no Centro Educacional Carneiro Ribeiro. O investimento total foi de R$ 815 mil, fruto de um convênio entre as secretarias de Cultura (SecultBA) e de Educação (SEC) do Estado da Bahia. São três painéis, dois afrescos, um mural e uma tela, distribuídos em três unidades de ensino do complexo. Os painéis são de autoria de Carybé (`O átomo´ ou `A Evolução do Trabalho´) e Maria Célia Calmon (`O Ofício do Homem´), instalados na Escola Parque, e Carlos Bastos (`Jogos Infantis´), localizado na Escola-Classe 1. Os afrescos são de Jenner Augusto (`A evolução do Homem´) e Carlos Magano (`Trabalhos e Costumes´), instalados na Escola Parque. Já o mural é autoria de Carybé (`Panorâmica de Salvador´), instalado na Escola-Classe 2, onde também fica a tela, de autoria de Djanira Motta (`Festa de São João´).As restaurações foram realizadas pela empresa Studio Argolo Antiguidades e Restaurações Ltda EPP, contratada pelo IPAC após licitação. O Studio Argolo tem como coordenador técnico o professor da UFBA José Dirson Argolo, considerado um dos restauradores mais experientes e atuantes da Bahia.

Fotos: Arquivo CORES – IPAC (foto 1- afresco de Jenner Augusto / foto 2 – afresco de  Carlos Magano)

 

 

CAPELA DE SANTANA DO MIRADOURO (XIQUE-XIQUE)

 

 

Em 2012 foram realizadas diversas ações objetivando a salvaguarda do monumento, sendo estas: intervenções emergenciais pela DIPRO iniciadas com a contratação da UFC Engenharia para a realização do Projeto de Estabilização e Consolidação Estrutural; cobertura emergencial da Capela Mor e retirada dos seus forros artísticos, bem como a abertura do Processo de Tombamento pelo Governo do Estado; em 2013, foi firmado um Termo de Cooperação Técnica, envolvendo o IPAC a Prefeitura de Xique-Xique e a Paróquia de Senhor do Bonfim de Xique-Xique, para restauração dos bens integrados da Capela e contratada a Empresa MB Engenharia, em caráter emergencial, para a realização das obras de estabilização estrutural contemplando a cobertura, fundações e paredes estruturais. No momento, encontram-se em fase inicial a restauração dos bens integrados realizados pela equipe de restauradores da CORES, em ateliê montado pela Prefeitura, em Xique-Xique, e a as obras emergenciais de estabilização da edificação.

Foto: Arquivo CORES – IPAC.

.