IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

“Verão da Osba” leva música sinfônica e popular, Osbalada e bazar ao Pelourinho nos dias 10 e 11 de janeiro

  • Publicação:

Programação de verão da Sinfônica da Bahia tem entrada gratuita e acontece na Praça das Artes a partir das 17h com concertos de câmara e da orquestra, além da OSBAlada com DJs

A Orquestra Sinfônica da Bahia se prepara para estar na ativa e marcar presença durante o verão soteropolitano com o Verão da OSBA, que será realizado na Praça das Artes, no Pelourinho, nos dias 10 e 11 de janeiro (sexta e sábado), com entrada gratuita. O projeto surge na contramão de muitas orquestras do Brasil que tiram férias durante os dois primeiros meses do ano. Nos dois dias, a programação inicia às 17h com apresentação em formato de câmara, sendo na sexta o Quinteto de Metais e no sábado o Quarteto de Cordas. Logo em seguida, a orquestra completa, com regência do maestro Carlos Prazeres, interpreta a “Sinfonia nº 5 em Dó menor, Op.67”, do alemão L.V. BEETHOVEN (1770-1827) e Romance para violino e orquestra em Fá menor, Op. 11”, do tcheco A. DVORAK (1841-1904), além de um repertório popular na segunda parte do concerto. Nesta última parte do concerto, a orquestra interpreta músicas de cantores e compositores como Tom Jobim, Vinícius de Morais, Alceu Valença e Dona Onete.

 

Em 2020, a OSBA traz uma novidade para encerrar a programação do Verão da OSBA, que é a OSBAlada, festa com DJ e intervenções de músicos da orquestra, encerrando o evento por volta das 23h. Na sexta-feira (10), o comando da pista ficará por conta do DJ Tutu Moraes, já no sábado será a vez do DJ Jerônimo Sodré Para o regente Carlos Prazeres, a OSBA precisa estar em absoluta comunhão com a sociedade a qual pertence e desta forma se inserir de forma orgânica e integrada ao verão em Salvador. “A partir desta premissa, vamos viver uma grande festa onde o clássico se une ao popular promovendo uma grande celebração”, declara o maestro. Integrando o evento, o Bazá Rozê oferece ao público uma feira de moda, gastronomia e artesanato.  O bazar é uma feira artística feminista, formada por empreendedoras e empreendedores locais e se propõe a ser um espaço colaborativo que impulsiona a cultura regional.

 

Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), criada em 30 de setembro de 1982, é uma companhia estadual que integra os corpos artísticos do Teatro Castro Alves e que teve seu processo de publicização consolidado em abril de 2017. Desde então, a Associação Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA) – entidade sem fins lucrativos qualificada como Organização Social (OS) – realiza a gestão da OSBA, que permanece como corpo artístico público, sendo mantida com recursos diretos do Governo do Estado da Bahia, através da sua Secretaria de Cultura (SecultBA)

 

 

 

 

 

SERVIÇO:

10 e 11/JAN | VERÃO DA OSBA

Horário: a partir das 17h
Local: Praça das Artes – Pelourinho

Entrada Gratuita

 

CRONOGRAMA:

Ø  17h às 18h – Concerto Grupos de Câmara:

            Quinteto de Metais (Dia 10)

            Quarteto de Cordas (Dia 11)

 

Solistas grupos de câmara: Priscila Rato e Francisco Roa (violinos), Laura Jordão        (viola) e Italo Nogueira (violoncelo). Joatan Nascimento e Émerson Araújo          (trompetes), Davi Brito (trompa), Michele Girardi (trombone) e Renato Pinto (tuba)

 

Ø  18h30 às 20h – Concerto orquestra (repertório clássico e popular, com intervalo de 20 min.)

Regente: Carlos Prazeres
Solistas: Priscila Rato (violino) e Mário Soares (violino)

PROGRAMA:

CLÁSSICO

A. DVORAK – Romance para violino e orquestra em Fá menor, Op. 11

L. V. BEETHOVEN – Sinfonia nº 5 em Dó menor, Op.67

POPULAR

T. JOBIM/V. MORAES – Se todos fossem iguais a você

E. LOBO – Beatriz

T. JOBIM/V. DE MORAES – Chega de Saudade

TOQUINHO/V. MORAES – Tarde em Itapuã

B. POWELL – Canta de Ossanha

D. ONETE – Jamburana

J. DONATO – Bananeira

A. VALENÇA – Morena Tropicana

A. VALENÇA – Anunciação

B. SILVA – Prefixo de Verão

 

Ø  A partir das 20h30 – OSBAlada:
DJs: Tutu Moraes (sexta) e Jerônimo Sodré (sábado)