IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Últimos dias da exposição “Salvador Cantada em Verso, Prosa e Cores” no Museu Udo Knoff

  • Publicação:

“Salvador Cantada em Verso, Prosa e Cores” é o nome da exposição que fica em cartaz até 28/04 no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Rua Frei Vicente, nº 03 – Pelourinho). A mostra foi produzida por estudantes do Colégio Estadual Azevedo Fernandes em parceria com o Laboratório de Educação Digital: Museu Arte e Cultura (LabDimus), Museu Tempostal e Museu Udo Knoff – todos localizados no Pelourinho. A exposição retrata e homenageia a cidade de Salvador através de 18 azulejos pintados a mão, 20 fotografias e 20 poesias produzidas  pelos alunos. As obras ficam em cartaz até dia 28/04 com visitação gratuita sempre de terça a sábado das 13 às 17h. Mais informações pelo e-mail educativoudoknoff@gmail.com ou telefone (71) 3117-6389.

 

A exposição faz parte de um conjunto de ações que foram realizadas pelo Colégio Azevedo Fernandes em parceria com LabDimus, Museu Tempostal e Museu Udo Knoff. “Essa atividade é um recorte do projeto ‘Pelourinho, território (em) cantos de Salvador’ que tem como objetivo aproximar a escola e a comunidade do local onde estudam e residem, construindo uma identidade local e contextualizando os conteúdos.”, explica a professora Adriana Santana (Colégio Estadual Azevedo Fernandes). “Pretendemos homenagear a cidade de Salvador em seu aniversário de 469 anos, enaltecendo seus encantos, alertando sobre os problemas sociais e criando um ambiente onde esses jovens possam discutir sobre os problemas do bairro, apontando soluções, contribuindo com as políticas públicas com o objetivo de se tornarem agentes de transformações da sua comunidade.”, completa.

 

Como parte do projeto, em 15/03, os estudantes visitaram o Museu Tempostal para apreciar os cartões postais que retratam Salvador antiga. Além disso, eles  participaram de uma palestra sobre a Praça Castro Alves. Em 16/03, a turma participou de um workshop de fotografia e fez um passeio turístico pelo Centro Histórico de Salvador. Na ocasião, os alunos registraram em suas câmeras o seu olhar sobre o Pelourinho, a atividade foi mediada pelo estudante de Artes da UFBA, Alan Fernandes, técnico do LabDimus. Já em 21/03, os alunos tiveram acesso à história da azulejaria na Bahia no Museu Udo Knoff e, em seguida, realizaram uma oficina de pintura em cerâmica com objetivo de retratar os pontos turísticos da cidade. Ao final da atividade os estudantes cantaram seus poemas à Bahia com o grupo ‘Poemusik – Poesia Musicada’.

 

O projeto interdisciplinar envolveu as disciplinas de Artes e Língua Portuguesa (com as professoras Adriana Santana e Maria Pompeia Almeida); a disciplina Identidade e Cultura (com os professores Jorge Lopes e Janildo Ramos); a disciplina de Física (com o professor Júlio Costa Santos); além de contar com a colaboração do professor de Geografia José Antônio Sousa e os gestores Eliana Teles, Jair Gomes e Jorge Mehemere.

 

O museu – O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. Já a sua área superior, exibe fotografias de prédios revestidos com azulejos confeccionados pela oficina de Udo Knoff, fruto de projetos de artistas renomados do estado da Bahia. Completam a exposição, objetos confeccionados nas oficinas desenvolvidas pelos museólogos da casa, que realizam atividades educacionais com o objetivo de se manter o desejo de Udo Knoff.  O espaço sediado no Pelourinho, em Salvador, integra a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) da Secretaria Estadual de Cultura (SecultBA).

 

Serviço:  Exposição “Salvador Cantada em Verso, Prosa e Cores”

Local: Museu Udo Knoff – Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho – Salvador (BA)

Mais informações: (71) 3117-6389

Período:  até 28/04

Entrada gratuita

Visitação: terça a sábado das 13 às 17 horas