IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Tradicional Festa da Boa Morte acontece este ano em formato virtual

  • Publicação:

Manifestação religiosa secular e reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial da Bahia pelo Ipac, a Festa da Nossa Senhora da Boa Morte terá uma programação virtual este ano, devido às medidas de prevenção contra o avanço da covid-19. As atividades acontecerão de 13 a 17 de agosto e serão transmitidas pela UFRB TV, no Youtube, e no facebook Irmandade da Boa Morte. O novo formato está sendo realizado pela Irmandade da Boa Morte, Fundação Hansen
Bahia, o Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL/UFRB) e as Mulheres de Axé, e conta com o apoio da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), Fundação Pedro Calmon, Grupo Afro Barroco Gêge Nagô, Secretaria de Cultura e Turismo de Cachoeira, Secretaria de Turismo do Estado (SETUR), através da Coordenação das Redes de Turismo Étnico e a Associação de Guias e Condutores de Turismo de Cachoeira (ACTUP).
A programação terá momentos especiais com as Irmãs da Boa Morte, como lives de orações e a transmissão da Missa Gratulatória. Haverá espaço também para a discussão de temas como a importância do registro da festa como Patrimônio Cultural Imaterial da Bahia desde 2010 (Decreto Estadual 12.227/2010), Resistência, Fé e religiosidade da mulher negra, o lançamento da revista “Mulheres de Axé” e a apresentação do grupo Gêge Nagô.
Apesar de ser uma novidade para as irmãs, elas decidiram adequar as celebrações a essa nova realidade, enquanto dias melhores não chegam, e manter as tradições iniciadas por suas ancestrais responsáveis por criar uma das primeiras irmandades de mulheres negras do Brasil.

Confira a programação completa:

FESTA DA BOA MORTE
IX Simpósio: identidades culturais e religiosidades

13 a 17 de agosto

Dia 13.08 (quinta – feira)
19h – Festa da Boa Morte – Patrimônio Imaterial da Bahia

Joao Carlos de Oliveira – Diretor Geral do IPAC
Roberto Pelegrino – Diretor de Preservação do Patrimônio Cultural do IPAC
Nivea Santos – Gerente de Patrimônio Imaterial do IPAC
Mediador: Jomar Lima

14.08 (sexta-feira)
19:00h – Abertura Institucional – CAHL/UFRB e Fundação Hansen Bahia
19:30 – Mesa 1 – Resistência e Fé na Bahia em Tempos de Pandemia
Leonel Monteiro – Presidente da AFA (Associação Brasileira de Preservação da Cultura
Afro Amerindia);
Tâmara Azevedo – Coordenadora das Redes de Turismo Étnico do Estado da
Bahia/SETUR
Tata Ricardo Tavares – Terreiro Lembá
Mediação: Dra Dyane Brito

15.08 (sábado)
16h Religiosidade negra no Brasil- Resistência e Fé
Lucilene Reginaldo (Unicamp)
Edmar Santos (UNEB)
Mediação: Luciana Brito (UFRB)

18:30H – Live de Orações com as irmãs da Boa Morte
20h WebConferencia – O Terreiro Ijexá da Língua de Vaca
Vilson Caetano (UFBA)
Mediador: Zulu Araújo (Fundação Pedro Calmon)

16.08 (domingo)
09:00 Missa Gratulatória

15h – Live de Orações com as irmãs da Boa Morte
16h- Grupo Afro Barroco Gege Nagô

Dia 17.08 (segunda-feira)
19h – Lançamento da Revista Mulheres de Axé
Em homenagem a Irmandade da Boa Morte

REALIZACAO:
CAHL/UFRB
FUNDAÇAO HANSEN BAHIA
IRMANDADE DA BOA MORTE
MULHERES DE AXÉ

APOIO:
PAROQUIA DE NOSSA SENHORA DO ROSARIO
IPAC
Fundação Pedro Calmon
SECULT Cachoeira
Grupo Afro Barroco Gege Nago
SETUR
ACTUP

TRANSMISSAO:
TV UFRB – https://www.youtube.com/user/ufrb

https://www.facebook.com/ufrb.edu

https://www.facebook.com/IrmandadedaBoaMorte/