IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

SecultBA lança em Cachoeira o projeto Terreiro Criativos

  • Publicação:

A cerimônia aconteceu na última quinta-feira (8) com a presença de autoridades públicas e religiosas

 

A Câmara Municipal de Cachoeira foi palco do Lançamento do projeto ‘Terreiros Criativos’, que ao longo de três meses e com 80 horas de cursos e treinamentos, beneficiará condutores e guias de turismo, além de integrantes de terreiros de candomblé. O evento aconteceu na última quinta-feira (8), e contou com a presença da secretária de Cultura, Arany Santana, além de diretores e técnicos do IPAC, dirigentes do município, representantes das 10 comunidades de matriz africana de Cachoeira e São Félix beneficiadas pelo projeto, e a comunidade local.

 

Iniciativo do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), o projeto é uma parceria entre SecultBA e Secretaria de Turismo (Setur), com proposta da Associação dos Guias e Condutores de Turismo do Vale do Paraguaçu (ACTUP), e tem apoio da Fundação Hansen Bahia. “Os terreiros de candomblé na nossa terra são verdadeiros acervos culturais de histórias, de memórias e de riqueza. Por meio deste projeto serão trabalhadas ações voltadas para a cultura e o turismo, que visa dar sustentabilidade a 10 comunidades de matriz africana de Cachoeira e São Félix”, ressalta a secretária Arany Santana.

 

Presidiram a mesa de abertura a secretária Arany, o presidente da Câmara, Júlio César Sampaio, e o presidente da ACTUP, Alexssandro Simão. “Um projeto como este pode alavancar o turismo em Cachoeira e São Félix, beneficiando todo o Recôncavo e preenchendo uma lacuna na formação e treinamento do turismo étnico-religioso”, explica Alexssandro Simão.

 

O projeto ‘Terreiros Criativos’ terá ações de educação (capacitação), turismo (sinalização) e comunicação (informação, campanha e impressos) com concepção de Economia Criativa. “Serão três módulos, com tópicos das Histórias do Brasil e da África, Turismo e Patrimônio cultural e Vivência e Roteirização dos bens culturais, assim como, de arquitetura e roteirização turística”, comenta Simão. Segundo ele, o projeto prevê ainda sinalização (com padrões internacionais) para os terreiros.

 

“Teremos identificação em três idiomas (português, inglês e espanhol) da historicidade, arquitetura e ‘nação’ de cada terreiro”, adianta. “Vamos produzir campanha sobre turismo étnico, além de impressos sobre os terreiros com história, origem e mapa”, completa Alexssandro.

 

Homenagem – Além do lançamento do projeto, a noite foi também marcada por uma homenagem à secretária Arany Santana, junto a professoras, mulheres da comunidade e de terreiros de candomblé de Cachoeira e São Félix. Cada mulher homenageada recebeu um Livro da Festa da Boa Morte e outro do fotógrafo cachoeirano, Jomar Lima.

 

“A secretária Arany representa a garra e a alegria, assim como, a competência e a seriedade, da mulher baiana na sua vida e na sua profissão”, elogiou o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira, também presente na solenidade.

10/03/2018

 

Assessoria de Comunicação – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA

Telefone: (71) 3103-3442 / 3452

Email: ascom@cultura.ba.gov.br

www.cultura.ba.gov.br | www.facebook.com/secultba

www.flickr.com/photos/secultba | www.twitter.com/SecultBA