IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Saulo, teatro, música, gastronomia e brincadeiras marcam semana de criança no Passeio Público

  • Publicação:

Governo do Estado apoia Festival das Crianças que ocupa o Passeio Público (Campo Grande), nos dias 12, 14 e 15, sempre das 9h às 19h, com teatro, brincadeiras, música, exposições, concursos.

 

Teatro, brincadeiras, música, exposições, concursos e gastronomia, além de show especial do cantor e compositor Saulo Fernandes (dia 12, 17h), são as atrações do ‘Festival das Crianças’ que se realiza gratuitamente no Passeio Público (Campo Grande), em Salvador, nos dias 12, 14 e 15 (outubro/2017), sempre das 9h às 19h, em comemoração à Semana da Criança. Com mais de 200 anos de existência o Passeio Público foi criado em 1812, como um Horto Botânico, logo após a passagem da família real portuguesa em Salvador.

 

Atualmente, o Passeio é um espaço público aberto a diversas atividades educacionais, esportivas, de lazer e artístico-culturais. O evento conta com patrocínio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiatursa que aportou recursos, e apoio do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) da secretaria de Cultura (SecultBa), que administra o espaço juntamente com o Palácio da Aclamação, contíguo ao parque.

 

SAULO e DOAÇÕES – O show ‘Pé de Maravilha’ de Saulo Fernandes vai provocar muita dança, canto e diversão para as crianças de Salvador. Idealizado pelo próprio cantor, o projeto prevê estimular sensorialmente as crianças através das músicas, cenografia e até aromas das florestas. Dentre as canções, ‘Casa Amarela’ e ‘Bicho’, do álbum infantil Casa Amarela (2008), além de ‘Aquarela’, ‘O Pato’, ‘Sítio do Pica-Pau’ e ‘Os Saltimbancos’.

 

Ao final do show as crianças recebem sementes para serem cultivadas, despertando-as para a responsabilidade com o meio ambiente. Sobem ao palco também Magary Lord e Gilmelândia. Durante os três dias (12, 14 e 15), o ‘Festival das Crianças’ arrecadada doações que posteriormente serão encaminhadas a instituições de apoio a crianças. O evento é realizado pela C2, mesma empresa que organiza o Salvador Boa Praça, com apoio do Governo do Estado.

 

HISTÓRIA e ARTE – O diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira, explica que o Passeio foi inaugurado como horto botânico (1812), pelo vice-rei português no Brasil, Dom Marcos de Noronha (1771—1828), após passagem da família real portuguesa em Salvador (1808). “O Passeio tem localização especial, por estar no Centro com acesso a serviços de transportes, pela pequena plataforma natural que servia de mirante para a Baía e por ter ainda riquezas arquitetônicas, artísticas e naturais”, comenta o diretor do IPAC. Ele diz que estátuas e pisos em preto e branco de mármore italiano de Carrara dos séculos XIX e XX produzidos na Europa (França e Itália), além de chafariz de mármore e ferro do século XIX são itens presentes. “Esculturas da deusa romana da caça, Diana, bustos esculpidos em cinzel – instrumento manual de metal e madeira –, animais, ânforas e vasos, completam as obras de arte”, relata o dirigente.

 

SEGURANÇA – Com apoio da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e Polícia Militar, o IPAC conseguiu vigilância permanente com câmera 360°, instalada a cerca de 4,5 metros de altura e que atinge extensão de até 800 metros lineares. “A SSP atende demanda dos frequentadores e residentes do Campo Grande, Corredor da Vitória, Forte de São Pedro e Aflitos, dentre outros bairros”, diz o diretor. O IPAC mantém ainda uma vigilância patrimonial na área.

 

EXPOSIÇÃO PERMANENTE – Além dos serviços de manutenção e vigilância no Passeio, o IPAC mantém exposição permanente de grandes painéis fotográficos. São fotos do livro ’50 anos de urbanização – Século XIX’, de pesquisa da historiadora Consuelo Novais, vencedora do Prêmio Clarival do Prado Valladares. A pesquisa foca nas transformações ocorridas na cidade de Salvador com o surgimento dos primeiros serviços de transportes coletivos, abastecimento de água, saneamento e iluminação.

 

EVENTOS – Para realizar eventos no Passeio, procurar a Diretoria de Museus (DIMUS) do IPAC nos telefones (71) 3117-6447 e 3117-6445 ou, presencialmente, das 8h às 12h, e de 13h às 17h, no Solar Ferrão (Rua Gregório de Mattos, nº45, Pelourinho) e endereço secdir.dimus@gmail.com. Conheça os Museus/IPAC: www.ipac.ba.gov.br/museus. Assista aos vídeos: https://goo.gl/uQS9NG e https://goo.gl/vphG2s. Acesse: www.ipac.ba.gov.br, facebook Ipacba Patrimônio, twitter @ipac_ba e instagram @ipac.ba.

 

Acesse FOTOS Ações/IPAC no Passeio Público em ALTA RESOLUÇÃO:

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157657031212298/

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157657031212298/

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157651989132509/

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157652814266238/

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157657757950839/

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157659083317001/

https://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157658916622941/

 

SERVIÇO

O QUÊ: Festival das Crianças

QUANDO: 12, 14 e 15 de outubro

HORÁRIO: 9h as 19h

ONDE: Passeio Público, Campo Grande, Salvador-BA

 

INFORMAÇÕES A IMPRENSA:

Luana Nunes – Una Comunicação e Sentido

E-mail: luana@unacomunicacaoesentido.com.br

Telefone: (071) 992430502

 

Luana Figueredo – Una Comunicação e Sentido

E-mail: lua@unacomunicacaoesentido.com.br

Telefone: (071) 9.9913-2250

 

Fotos em BAIXA resolução em ANEXO.

Crédito Fotográfico obrigatório – Lei nº 9610/98: Jefferson Vieira/IPAC

 

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 10.10.2017

Jornalista responsável Geraldo Moniz (DRT-BA nº 1498)

(71) 99110-5099, 99922-1743, 3117-6490, 3116-6673

ascom.ipac@ipac.ba.gov.br

Facebook: Ipacba Patrimônio – Twitter: @ipac_ba - Instagram: @ipac.ba