IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Patrimônio em Movimento é tema de palestra no MAB

  • Publicação:

O Museu de Arte da Bahia (MAB) na tarde da última sexta-feira (16) foi palco da palestra Patrimônio em Movimento, ministrada pelo diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira e pelo arquiteto, doutor em História das Artes Eugenio Lins. A ação foi uma iniciativa do Conselho Estadual de Cultura da Bahia e parte integrante do Fórum Social Mundial 2018 (FSM).

O encontro, mediado pelo Conselheiro Estadual de Cultura e Coordenador de Preservação e Fomento do Centro de Culturas populares e Identitárias Mateus Torres, teve como objetivo promover ações que possibilitem o debate sobre a questão material e imaterial do patrimônio e também trazer elementos de ação para defesa do mesmo.

De acordo com a vice presidente do Conselho Estadual de Cultura, Ana Vaneska, a realização da palavra foi de extrema relevância, pois promover um debate sobre patrimônio é falar sobre história, memória e cidade.

“Nosso conselho está sempre se mobilizando em defesa do patrimônio, pois temos convicção de que um povo sem cultura é um povo sem memória”, pontuou.

Para João Carlos, o encontro promoveu um debate relevante que tange a questão material e imaterial e um diálogo sobre ações da defesa desse patrimônio.

“Nós somos um país rico, plural. A forma como nos organizamos nos diferencia e por isso precisamos fazer a defesa dessa cultura que vive e se manifesta na originalidade e na pluralidade de identidades, que caracteriza seus grupos e sociedade que compõem a comunidade. A identidade cultural deve ser preservada e consolidada em benefício das gerações presentes e futuras”, esclareceu.

Após assistir a palestra a pedagoga Lila Silva fez questão de ressaltar a grandiosidade do encontro. “Nós não podemos ser visto apenas num cartão postal. Essa ação é um movimento e eu diria que um dos mais importantes do Fórum Social Mundial, pois estamos conseguindo dialogar com pessoas de vários lugares e, sendo assim, é preciso que essas pessoas percebam que a nossa cultura vai além do que está exposto na televisão”, destacou.

  

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 19.03.2018

 

Assessora Responsável: Alexsandra de Alcântara Santos

 

Texto Jornalista: Carla Costa ( DRT 03850)

 

(71) 3117-6490, 3116-6673

 

ascom.ipac@ipac.ba.gov.br

 

www.ipac.ba.gov.br

 

Facebook: Ipacba Patrimônio

 

Twitter: @ipac_ba