IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Passeio Público sedia baile de pré-carnaval para autistas

  • Publicação:

Antes mesmo da abertura oficial do Carnaval 2019, Salvador já recebe diversos eventos para deixar baianos e turistas no clima da folia de Momo. É o caso do pré-carnaval adaptado para pessoas autistas que agitou, na manhã desta terça-feira (26), o Passeio Público, espaço administrado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), autarquia vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

O baile foi uma iniciativa do Centro de Referência Estadual para Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (CRE-TEA), com o objetivo de ressaltar a importância da inclusão nos eventos culturais da cidade. “A gente entende que o cuidado para as pessoas com autismo também inclui a ocupação de espaços sociais. Pensando nisso, possibilitamos esse carnaval inclusivo, para que eles também conheçam e sintam a energia da festa”, explica a coordenadora do Centro, Patrícia Vilasboas.

Entoada pela banda de fanfarra do Colégio Estadual João Caribé, que resgatou sucessos antigos do axé, a festa teve duração de apenas duas horas, devido a sensibilidade das crianças, e contou com brincadeiras saudáveis orientadas por profissionais capacitados do CRE-TEA, rodinhas de danças, fantasias, confetes, serpentinas e muita animação.

Patrícia ainda reforça que a escolha do Passeio Público para a realização do evento foi feita de forma estratégica. “O espaço além de oferecer uma belíssima vista, que proporciona uma sensação de calmaria, é protegido e seguro. Então pensamos que aqui as crianças iriam ficar tranquilas e mais à vontade para pode brincar e correr enquanto curtem o bailinho”, declarou a coordenadora.

Equipamento multiuso 

Conhecido por ser um espaço democrático, com vista para a Baía de Todos os Santos e espécies de flora que proporcionam um ambiente bucólico, o Passeio Público é considerado um museu a céu aberto pela sua importância arquitetônico-paisagística e urbanística, onde acontecem diversas manifestações educativas e culturais. O espaço, que fica localizado em área nobre da capital baiana, é administrado pelo Ipac/Secult-BA, que também tombou e está responsável pelo Palácio da Aclamação, edificação contígua ao Passeio e antiga residência dos governadores da Bahia.

 

Texto: Mari Sonciarê 

Ascom – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), em 26.02.2019
Fone: (71) 3117-6490/ 3116-6673/ 98787-4247
Acesse: www.ipac.ba.gov.br
Facebook: Ipacba
Twitter: @ipac_ba
Instagram: @ipac.ba