IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Mostra de Daniel Senise apresenta Museu do Recôncavo em universo de pintura

  • Publicação:

Quem visitou a Paulo Darzé Galeria, no Corredor da Vitória, na noite desta terça-feira (17), pôde conhecer um pouco mais do Museu do Recôncavo Wanderley Pinho, sob o olhar do pintor Daniel Senise. Isso por que o artista inaugurou a exposição “Museu do Recôncavo”, que mostra registros dos espaços do casarão seiscentista, localizado em Candeias, feitos em 2017 quando o espaço encontrava-se fechado para reforma. O patrimônio histórico é administrado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac).

Feitas através de pinturas repletas de experimentações, processos, técnicas e vocabulário de contexto próprio, Senise realizou monotipias dos pisos das salas do casarão, em tecido, médium acrílico sobre alumínio e fotografia em jato de tinta. A cada detalhe visto, nos dez quadros espalhados pelas paredes galeria, é possível perceber as camadas de sujeiras e poeira dos pisos, que foram transferidas para o tecido. A percepção do estado de ruína é outra marca viva nas telas do artista. A mostra ficará em cartaz até dia 8 de outubro. Visite!

REFORMA – Ainda tratando-se do Museu Wanderley Pinho, o governador Rui Costa anunciou, em agosto desse ano, que o espaço terá um investimento em R$ 26 milhões para realização de obras de restauração e recuperação, englobando o casarão e entorno. A reforma prevê o restauro da casa grande, capela e da antiga fábrica; bem como serviços de paisagismo e a construção de um complexo museológico com integração entre ecologia, etnografia, arqueologia, história e arte.