IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Livros do IPAC são doados ao Museu Eugênio Teixeira Leal, no Pelourinho, amanhã (9)

  • Publicação:

Livros que tratam dos patrimônios culturais, materiais e imateriais (https://goo.gl/RAU7RZ), produzidos pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), serão doados amanhã (9) à biblioteca do Museu Eugênio Teixeira Leal, na abertura do ‘Seminário sobre Educação Patrimonial – Atuação das Instituições Culturais em Tempos de Crise’. O seminário acontece amanhã (9) e sexta-feira (10) das 8:30h às 18h, na sede do museu, localizado na Rua J. Castro Rabelo, nº1, em frente à Faculdade de Medicina, no Pelourinho. Outros livros do IPAC serão sorteados no encerramento do evento, na sexta-feira (10), às 17h. O seminário está com vagas preenchidas, mas aceita ouvintes neste link: https://goo.gl/DkR1Bt.

O diretor de Preservação Cultural do IPAC, Roberto Pellegrino, observa que os livros do IPAC propiciam não só a divulgação da cultura baiana, mas também possibilita que os agentes que participam do seminário se apropriem de dados importantes para a história e memória da Bahia. “Na coleção Cadernos do IPAC (https://goo.gl/RAU7RZ), temos livros sobre as Festas de Santa Bárbara (Salvador) e Boa Morte (Cachoeira), Carnaval de Maragojipe e Bembé do Mercado (Santo Amaro), além do Ofício das Baianas e Escola Parque, dentre outros”, diz Pellegrino.

APOSTÍLAS – Existe ainda a coleção ‘Apostilas do IPAC’ (https://goo.gl/N1YyUV), que trata de transcrições de palestras sobre Salvaguarda do Patrimônio Afro-brasileiro, Festas Populares, Cortejo 2 de Julho, ICMS Cultural e Circuitos Arqueológicos. O seminário do Museu Eugênio Teixeira Leal, objetiva discutir a importância da educação patrimonial para a preservação da memória brasileira nos espaços de educação e cultura, enfocando estratégias possíveis de serem adotadas face à crise econômica que atinge o Brasil.

Profissionais de diversas áreas apresentarão estratégias para salvaguarda das mais variadas tipologias do patrimônio material e imaterial e metodologias para que a população possa atuar como agente preservacionista de sua herança cultural. O evento, promovido pelo Museu Eugênio Teixeira Leal, está em sua quarta edição. Participam profissionais da área da cultura, educação, museologia, pedagogia, história, arquitetura, urbanismo, belas artes, biblioteconomia e administração, dentre outras.

VÍDEOS – Conheça os vídeos Museus/IPAC (https://goo.gl/HriC4J), Educação Patrimonial (https://goo.gl/rJggpk), Projeto ‘Dei Valor!’ (https://goo.gl/jZQjJN) e Projeto Axé (https://goo.gl/34bd1a). Ainda, o Programa de Dinamização (https://goo.gl/S4EyRn), Rota de Museus 1 (https://goo.gl/uQS9NG) e Rota de Museus 2 (https://goo.gl/vphG2s), Festas do Bembé do Mercado (https://goo.gl/63H8Ve) e Boa Morte (https://goo.gl/BawMJJ), além da Capoeira (https://goo.gl/wFJdGN).

Mais informações sobre os livros do IPAC no Centro de Documentação e Memória (Cedom), localizado na Rua Gregório de Mattos, nº29, Pelourinho, ou via telefone (71) 3116-6945 e endereços coad.ipac@ipac.ba.gov.br e cepa.ipac@ipac.ba.gov.br. Acesse: www.ipac.ba.gov.br, facebook ‘Ipacba Patrimônio’, twitter ‘@ipac_ba’ e instagram ‘@ipac.ba’.

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 08.11.2017
(71) 3117-6490, 3116-6673, 99110-5099
Jornalista responsável Geraldo Moniz de Aragão (DRT-BA nº 1498)
ascom.ipac@ipac.ba.gov.br
www.ipac.ba.gov.br
Facebook: Ipacba Patrimônio – Twitter: @ipac_ba – Instagram: @ipac.ba