IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Lançamento do catálogo do Museu do Recolhimento dos Humildes

  • Publicação:

“Museu do Recolhimento dos Humildes – Dois Séculos de História” é o nome do catálogo de fotos e textos, comemorativo de dois séculos de história do Museu do Recolhimento dos Humildes, localizado em Santo Amaro (BA). Composto por 160 registros fotográficos de peças pertencentes ao acervo do museu (dentre as quais, coleções de imaginária, pintura, alfaias, mobiliário, paramento, porcelana, cristais e também obras confeccionadas pelas recolhidas) e textos com aspectos históricos, culturais, sociais e políticos do contexto da criação do museu e informações técnicas museológicas das obras publicadas, o catálogo será lançado no próximo dia 29/6, às 10h, no museu.

 

O projeto foi apoiado com recursos financeiros do Fundo de Cultura da Bahia, através do edital Setorial de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), autarquia vinculada a Secretaria de Cultura da Bahia (Secult) e é uma parceria entre a 2 Designer (empresa de design gráfico), a Congregação de Nossa Senhora dos Humildes (responsável pela administração do Museu do Recolhimento) e o fotógrafoAristides Alves. O lançamento contará com a presença da equipe técnica do projeto que é composta pelo historiador responsável pela pesquisa e produção de conteúdo textual, o professor doutor Luiz Alberto Ribeiro Freire; do responsável pelo projeto gráfico, o designer gráfico Carlos Roberto Cerqueira; fotógrafo Aristides Alves, além de representantes da Congregação e do Ipac.

“O Convento de Nossa Senhora dos Humildes constituiu-se em importante centro de educação das mulheres no século XIX. Nele as freiras desenvolveram uma arte identificada com as prendas femininas, legando um valioso acervo de delicadas composições sacras, singulares, raras e representativas da cultura baiana oitocentista. Este catálogo pretende contribuir para a difusão de peças de destaque artístico e cultural produzidas na Bahia e que muito acrescerá a percepção do Patrimônio Cultural Brasileiro. Acreditamos que o registro fotográfico é uma importante forma de preservação da memória”, explica Luiz Alberto Ribeiro Freire.

 

“Este catálogo é mais um importante instrumento de pesquisa e difusão do acervo do Museu do Recolhimento dos Humildes; propiciando que a sociedade conheça a história secular do Convento de Recolhimento dos Humildes”, acrescenta Fátima Santos, responsável pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac).

 

De acordo com o proponente do projeto, Beto Cerqueira, o objetivo é contribuir com a valorização e a divulgação do acervo do Museu do Recolhimento dos Humildes, através do acesso da sociedade ao patrimônio museológico. “Além de estimular o interesse e favorecer o acesso ao conhecimento dessa parte da história e da memória da Bahia e do Brasil temos como foco também estimular a visitação ao museu; contribuir com a preservação e a valorização da cultura brasileira; e contribuir com o registro textual e iconográfico da cultura brasileira do século XIX”, explica.

 

O projeto visa a produção, publicação, distribuição para bibliotecas do Estado e disponibilização para venda de livro. Da tiragem de publicação (1000 livros), 700 são para o Museu do Recolhimento dos Humildes colocar à venda pelo valor de R$ 50,00. Toda a verba arrecadada será revestida para a manutenção do museu.

 

“Este museu se constitui numa das maiores riquezas do municipio de Santo Amaro, assim como da Bahia, pois essa instituição contribuiu decisivamente para a história e formação religiosa do povo santamarense. O seu acervo é valiosíssimo e precisa ser perpetuado através de projetos como estes”, ressalta o diretor do Ipac, João Carlos Oliveira.

 

Museu do Recolhimento dos Humildes

 

Localizado na cidade histórica de Santo Amaro da Purifucação (BA), o Museu do Recolhimento dos Humildes foi inaugurado em 15 de junho de 1980 com a missão de preservar os bens móveis e integrados oriundos do primeiro recolhimento para mulheres fundado ainda no século XIX: oConvento de Nossa Senhora da Conceição dos Humildes que conta com uma história de 200 anos de devoção. O acervo do museu é composto por cerca de 800 peças, em sua maioria, representativas do século XIX. Sua composição varia entre coleções de imaginária, pintura, alfaias, mobiliário, paramento, porcelana, cristais e obras confeccionadas pelas recolhidas.

 

O convento foi fundado em 1808 e oficializado em 1817 como centro de educação feminino. Foi criado para abrigar meninas órfãs, escravas, viúvas e filhas de senhores de engenho. Sob a guarda do clérigo, essas mulheres aprendiam sobre o catolicismo e afazeres domésticos.

 

As imagens sacras delicadamente ornamentadas pelas recolhidas e o artesanato produzido por elas constituem a maior peculiaridade do acervo, composto também por cristais, pratarias, mobiliário, porcelanas, paramentos, rendas e alfaias (objetos litúrgicos). São cerca de 800 peças datadas do século XIX e tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1995. Já o prédio é tombado como Patrimônio da Bahia pelo IPAC. O espaço possui um convênio de cooperação técnica com o IPAC que inclui a dinamização e conservação de seu acervo e a conservação do imóvel.

 

O Museu do Recolhimento dos Humildes é administrado por meio de um Convênio de Cooperação Técnica e Administrativa pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). Endereço: Praça Frei Bento, s/n, Santo Amaro (BA).

 

Mais informações:

Beto Cerqueira: (71) 98898-2342/ betocerqueira53@gmail.com

 

Núcleo de Comunicação – Ascom Dimus

Jornalista responsável: Yara Vasku (DRT-PR 2904)

(71) 3117-6445/ 99119-7746
Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia
Centro Cultural Solar Ferrão – 1º andar
Rua Gregório de Mattos, 45 – Pelourinho, Salvador (BA)
dimusbahia.wordpress.com
facebook.com/museusdabahia