IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

IX CICLO DEBATE OS 100 ANOS DA REVOLUÇÃO RUSSA

  • Publicação:

Nos dias 06 a 07 de novembro de 2017, das 18 às 21 horas, no Museu de Arte da Bahia, acontece o IX Ciclo de Debates sobre Políticas Culturais. O tema deste ano é 100 anos da Revolução Russa. A revolução soviética de 1917 tornou-se um acontecimento histórico marcante e como tal carregado de sentidos, muitos deles contrapostos. Seu impacto se faz sentir praticamente em todo mundo. O livro O Ano Vermelho traça sua repercussão. Naquela conjuntura, tentativas de revolução proletárias são experimentadas na Alemanha e na Hungria. Grandes mobilizações populares existem na Itália e inúmeros países em todo mundo.

 

No Brasil, nos anos de 1917 e 1918 acontecem grandes greves e manifestações em São Paulo, no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, dirigidas por anarcosindicalistas. Em 1919, ocorre uma vigorosa greve em Salvador, com manifestações populares de 15 mil pessoas em uma cidade de 200 mil habitantes. Neste ano se realiza o I Congresso das Trabalhadores Baianos. Em 1922, é fundado o Partido Comunista do Brasil (PCB).

 

A Revolução Russa produz um mundo socialista, que abrange inúmeros países e parte significativa da população mundial. A experiência do socialismo real, perpassado pelo stalinismo, é até hoje bastante controversa, nas suas relações com democracia, liberdade e igualdade. Ela funcionou, em determinadas circunstâncias, como contraposição à barbárie e à exploração capitalistas, possibilitando conquistas para a humanidade. Em outras ocasiões, ela própria, dada a predominância de posições autoritárias, se tornou exemplo de barbárie.

 

Em seus 100 anos, este acontecimento, que mudou o século XX e continua a impactar o século XXI, nos interpela, reivindicando a discussão de suas promessas generosas, seus graves problemas e a atualidade ou não dos temas que colocou em cena e mobilizou na agenda mundial.

 

O IX Ciclo de Debates sobre Políticas Culturais é uma realização conjunta do Coletivo de Políticas Culturais, do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT), do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura), do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC), da Universidade Federal da Bahia (UFBA); da Associação dos Professores Universitários da Bahia (APUB) e do Museu de Arte da Bahia (MAB), pertencente ao Instituto de Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) da Secretaria de Cultura da Bahia (SECULT-BA).

 

A programação está subdividida nos seguintes temas: Significado histórico e atualidade da Revolução Russa (dia 06 de novembro) e Cultura e políticas culturais na Revolução Russa (dia 07 de novembro – dia da revolução). Em cada um destes dias será realizada uma roda de conversa com diversos convidados, dentre eles, professores, pesquisadores, políticos, artistas, intelectuais, militantes políticos e agentes culturais. A proposta do evento é realizar debates abertos, críticos e plurais para assegurar que as diversas visões sobre este acontecimento possam ser expressas e discutidas em sintonia com a complexidade deste evento que mudou a história contemporânea.

 

Nomes confirmados:

 

Dia 06 de novembro – Significado histórico e atualidade da Revolução Russa

Carlos Zacarias
Jorge Nóvoa
José Sérgio Gabrielli
Pasqualino Magnavita
Patrícia Valim
Paulo Balanco
Paulo Henrique Almeida
Paulo Pontes

Dia 07 de novembro – Cultura e políticas culturais na Revolução Russa

Albino Rubim
Antonio Câmara
Dulce Aquino
Henrique Dantas
Ivan Huol
Javier Alfaia
Maíra Kubik
Penildon Silva
Renato da Silveira