IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Exposição “Tríptico” mostra arte em 3 gerações no Palacete das Artes

  • Publicação:

Em noite animada com muitos convidados, na última terça-feira (11), o Palacete das Artes recebeu a estreia da exposição ‘Tríptico’. Trata-se de uma mostra familiar que carrega a tradição artística por 3 gerações: o filho Zeca Fernandes, pai Guel Silveira e o avô, Jenner Augusto. Com estéticas diferentes, o acervo exposto é composto por pinturas, desenhos e fotografias de ambientes urbanos, com curadoria de Mario Brito. A mostra está em cartaz até 03 de setembro, na Sala de Arte Contemporânea do museu localizado na Graça.

Mesmo com diferenças de estética e conceito as obras se conectam através da afetividade – por serem familiares – e da narrativa poética. Os três segmentos da mostra carregam entre si o amor da família pela arte, captadas pelo curador Mario Brito: “O trabalho de curadoria foi movido por muita emoção. A narrativa poética presente na obra dos três artistas vai além da ligação afetiva. E o processo de escolha das obras foi exatamente assim. Pela emoção, amor e a arte que conecta os criadores”, enfatiza Brito.

A arte está no cotidiano das pessoas e se faz presente em todos os aspectos de uma cidade. Principalmente o político. Em Salvador não é diferente. Com o crescimento da cultura urbana na cidade, no qual se inserem o graffite e o pixo, a exposição tem como objetivo transmitir uma mensagem serena aos visitantes: “A exposição tem um cunho lírico, lúdico, com preocupação com a estética. Desta forma, tem o objetivo de passar uma mensagem positiva, em meio a tanta efervescência política e negativismo em que o país vive”, destaca Zeca.

Com grande importância para o âmbito artístico da Bahia, o museu celebra mais uma exposição em cartaz. O lugar conduz um papel de fomento à arte de diversos segmentos. O diretor do Palacete, Murilo Ribeiro, ressalta a relevância do local: “O nosso espaço procura contemplar os diversos públicos. Temos uma diversidade de programação e estilos que são promovidos aqui. Todas as artes somam. Se complementam. E a arte moderna combina com o Palacete”, afirma.

Para Zeca Fernandes, a mostra evidencia o ressurgimento das artes plásticas da Bahia, e estando em cartaz no Palacete das Artes, ressalta o valor do local, considerando um templo neste segmento artístico. “Essa exposição é um resgate da cultura e das artes plásticas da Bahia, ou seja, a tradição artística familiar representando o movimento das artes visuais. E esse espaço é o grande palco da arte moderna”, finaliza. Conheça os museus do IPAC: http://www.ipac.ba.gov.br/museus. Assista ao vídeo Museus/IPAC: http://goo.gl/Hjxtkc. Acesse: www.ipac.ba.gov.br, facebook Ipacba Patrimônio, twitter @ipac_ba e instagram @ipac.ba.

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 14.07.2017

Jornalista responsável Geraldo Moniz (DRT-BA nº 1498)

(71) 99110-5099, 99922-1743

Texto-base: estagiário Felipe Iruatã

(71) 99305-9268, 3117-6490, 3116-6673

Coordenação de Jornalismo e Edição: Marco Cerqueira (DRT-BA nº1851)

(71) 98234-9940, 3117-6490, 3116-6673

ascom.ipac@ipac.ba.gov.br

Facebook: Ipacba Patrimônio – Twitter: @ipac_ba