IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Estudantes participam de oficina na exposição “JAPOP”: A Cultura Pop Japonesa no Museu Udo Knoff”

  • Publicação:

Estudantes da Escola Oficina Grupo Arvorar (Pituba) participaram em 05/06 de uma oficina interativa na exposição “JAPOP: a cultura pop japonesa no Museu Udo Knoff”. Na ocasião, os alunos tiveram a mediação com a cosplay Sakura e oficina de desenho de olhos de mangás. A exposição fica em cartaz no museu, localizado no Pelourinho, até 16/06.

 

A exposição “JAPOP: a cultura pop japonesa no Museu Udo Knoff” teve abertura durante a 16ª Semana de Museus Dimus/Ipac que aconteceu de 14 a 20 de maio e celebrou os “110 anos da Imigração Japonesa no Brasil”.  A mostra é fruto da parceria com o artista plástico Gleidson Lima, os estudantes da Escola Estadual Azevedo Fernandes e a ANISA.  Reúne 20 obras de personagens de animês confeccionadas em porcelana fria (ou biscuit) pelo artista plástico Gleidson Lima. “São obras tridimensionais que buscam, de uma maneira original e única, trazer materialidade a esses personagens que dentro da cultura pop japonesa se assemelham aos Gashapon (figuras de ação japonesa), que são altamente colecionadas no Japão”, explica o artista.

 

Os estudantes da Escola Estadual Azevedo Fernandes participam com os resultados dos trabalhos produzidos na unidade escolar, onde os professores pesquisaram e trabalharam elementos sobre a cultura do Japão. Foram realizadas oficinas com a professora de Língua Portuguesa, Adriana Santana, para a produção de poesias HAIKAI – que é uma das formas poéticas de origem nipônica, que valoriza a concisão e a objetividade.Esses poemas foram registrados em pinturas e estampas da cultura japonesa em vasos de cerâmica popular da Bahia nas oficinas do Ateliê de Criação do Museu Udo Knoff.

 

“Pode-se dizer que é a arte de dizer o máximo com o mínimo de palavras. Expressão que capta um momento de experiência, um instante em que o simples subitamente revela a sua natureza interior e nos faz olhar de novo o observado, a natureza humana, a vida. Assim, o encanto dos poemas japoneses revelarão os pensamentos e os sentimentos dos ‘jovens do Pelô’”, informa Renata Alencar, coordenadora do Museu Udo Knoff.

 

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA - O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. O museu integra os espaços administrados pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA). Visitação: terça a sábado, das 13 às 17 horas. Entrada: grátis. Endereço: Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho – Salvador (BA). Contato: (71) 3117-6389.

 

Núcleo de Comunicação – Ascom Dimus

Jornalista responsável: Yara Vasku (DRT-PR 2904)

(71) 3117-6445/ 99119-7746
Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia
Centro Cultural Solar Ferrão – 1º andar
Rua Gregório de Mattos, 45 – Pelourinho, Salvador (BA)
dimusbahia.wordpress.com
facebook.com/museusdabahia