IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Edital da Secult-Ba viabiliza inventários de cidades baianas

  • Publicação:

Os editais públicos de apoio à valorização do Patrimônio Cultural baiano, material e imaterial, criado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult-BA), desde 2007, vêm beneficiando edificações com projetos arquitetônicos e obras de restaurações, além de proteger manifestações culturais. Mas, também, podem atuar na área da pesquisa, inventário, difusão, dinamização, formação e/ou educação patrimonial. É o caso do edital nº14/2010 do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) da Secult-BA que selecionou o ‘Inventário Cultural do Acervo Arquitetônico de Macaúbas’ com objetivo de contribuir para a reflexão e conhecimento técnico-científico dessa região, além de preservar a memória dessa cidade.

“O inventário subsidia e alavanca estudos especializados com descrição sistematizada, mapeamento e catalogação de acervos da cidade, com textos, fotos, bibliografia, desenhos, anotações e plantas arquitetônicas”, explica o proponente vencedor do edital do IPAC/Secult-BA, o historiador José Antônio de Sousa. Até agora o projeto catalogou 80 edificações, entre capelas, casas térreas, sobrados, casas de porão alto e igrejas. O resultado está no blog www.inventariomacaubas.blogspot.com. Segundo Sousa foi necessário montar equipe multidisciplinar com mais de 10 profissionais. “Contribuímos para preservar e integrar a diversidade cultural dessas mesorregiões, como é o caso do prédio do Paço Municipal de Macaúbas”, afirma o historiador. Ele destaca que os estudos e bibliografia sobre a arquitetura macaubense são raros.

POLÍTICA PÚBLICA – De acordo com a assessora-chefe da Assessoria Técnica do IPAC, Margarete Abud, qualquer pessoa pode participar dos editais da Secult-Ba na área de proteção aos bens culturais. “Podem se inscrever pessoas jurídicas, ou pessoa física maior de 18 anos, que sejam estabelecidas ou domiciliadas na Bahia há, pelo menos, três anos”, informa Margarete. Ela explica que os editais da Secult-Ba/IPAC possibilita mais transparência e democratização dos recursos públicos, auxilia a descentralização da política cultural e provoca a participação efetiva da sociedade civil, com ideias e ações. Informações sobre editais no linkwww.cultura.ba.gov.br/listagem-de-editais.

“Acreditamos que essa experiência serve como referência para outros municípios da Bacia do Paramirim e de outros territórios de identidade da Bahia”, alerta José Antônio de Sousa. Futuramente o inventário também será visualizado em DVD, cartilha e livro, podendo, por enquanto ser acessado via o blogwww.inventariomacaubas.blogspot.com. Outros dados na coordenação de Editais do IPAC, via telefone (71) 3117-7482 e endereço editais.ipac@gmail.com. Mais informações sobre projetos, programas e obras do IPAC no site www.ipac.ba.gov.br, no facebook Ipacba Patrimônio e no twitter@ipac_ba. 

Box OPCIONALEquipe do projeto “Inventário Arquitetônico do Município de Macaúbas”. Proponente: José Antônio Sousa – Macaubense, historiador pela Universidade Salgado de Oliveira – UNIVERSO. Especialista na Gestão do Patrimônio Cultural pela Faculdade Metodista Granbery – FMG. Filiado à Associação Nacional de História/Seção Bahia. Pesquisador, professor, comunicador, Assessor para Assuntos Históricos na Fundação Cultural Professor Mota, planejamento, organização, elaboração e direção de projetos para serviços que tenha fim a documentação, para a História da cidade, Gestão do Patrimônio Histórico, o Planejamento Urbano e Territorial. Equipe Técnica: Lucas Figueiredo Baisch – Arquiteto/Especialista; Carmem Aparecida Bastos Silva Souza – Auxiliar de produção, Web Design; Eduardo Cambuí Figueiredo Júnior – Design gráfico revisão; Afonso Maria de Ligório Sant’Ana – Fotógrafo; Rafael Edson da Rocha – Motorista. Colaboradores: Alan José Alcântara de Figueiredo – Revisão textual e sugestões; Elenir de Figueiredo – Trabalho em campo; Janete Guimarães Magalhães – Trabalho em campo / técnico edificações; Joseane Oliveira Barbosa – Trabalho em campo / técnico edificações; Tatiara Sousa Filgueira – Trabalho em campo / técnico edificações.

 

Fotos anexas e em ALTA DEFINIÇÃO no Flirck: http://www.flickr.com/photos/secultba/sets/72157634796079015/

Crédito Fotográfico obrigatório – Lei nº 9610/98

 

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 21.10.2013

Jornalista responsável Geraldo Moniz (DRT-BA nº 1498)

(71) 8731.2641, 9110.5099

Texto-base: Brenno Almeida (estagiário de jornalismo)

Edição: Silvana Malta (coordenadora de jornalismo – DRT-BA nº 1907)

(71) 3117.6490, 3116.6673, 8371.0304

ascom.ipac@ipac.ba.gov.br - www.ipac.ba.gov.br

Facebook: IpacbaPatrimônio, Twitter: @ipac_ba