IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Depois de 3 prêmios nacionais, Rumpilezz integra ‘Projeto Dei Valor!’ no Pelourinho

  • Publicação:

Depois de receber três premiações do 28º Prêmio da Música Brasileira no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, em julho (2017), a Orkestra Rumpilezz e o maestro Letieres Leite retomaram seus ensaios na casa nº14, da Rua Frei Vicente, no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador (CHS). A casa pertence ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) e integra o Projeto ‘Dei Valor!’ que dissemina ocupações bem-sucedidas de imóveis e boas experiências no CHS. O IPAC integra a secretaria estadual de Cultura (SecultBa).

O IPAC detém 181 imóveis ao CHS que representa apenas 2% dos imóveis da área tombada pelo IPHAN/MinC como Patrimônio do Brasil. O restante de 98% pertence a particulares, outros órgãos e secretarias municipais e estaduais, além de irmandades da Igreja Católica. “A Rumpilezz desenvolve um trabalho social e artístico-cultural excepcional e pretendemos novas parcerias com esse projeto baiano, talvez em um imóvel mais amplo e preparado para atender essa importante demanda”, comemora o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira.

PROJETO INÉDITO – O dirigente informa que o Rumpilezz tem dez anos de existência, tendo no currículo encontros com Gilberto Gil (2014), Lenine (2014 e 2015) e o norte-americano Joshua Redman (2012). “Eles também já fizeram excursões na Europa (2011 e 2014) e Estados Unidos (2015)”, diz João Carlos. No mês de julho, a Casa 14 e a Orkestra também foram tema do programa Aprovado da TV Bahia. Assista: https://goo.gl/5qhynf. No Prêmio da Música Brasileira, ganharam na categoria Instrumental, Melhor Álbum ‘A saga da travessia’ (Letieres e Orkestra), Melhor Grupo (Letieres e Orkestra) e Melhor Arranjador (Letieres).

“Conseguindo um imóvel maior do IPAC, pensamos em ações abertas ao público, ensaios, cursos e oficinas. Temos um projeto inédito com especialistas. O objetivo é formar pessoas, educando-as musicalmente”, adianta o instrumentista e compositor Letieres Leite, maestro da Orkestra. Para o produtor da Rumpilezz, Mauro Rodrigues, a localização do projeto também é fundamental. “O CHS tem representatividade cultural e histórica, além de fácil acesso para alunos”, diz.

BOAS EXPERIÊNCIAS – Para o diretor do IPAC, existem muitas atrações e projetos interessantes ocupando casas do IPAC no CHS, mas a maior parte da população baiana não os conhece. “O Pelourinho não tem somente shows, como muitos pensam, mas também boas livrarias, grupos artísticos e educativos excepcionais, como a Rumpilezz, o Projeto Axé, o projeto de capoeira Mandinga do Mestre Sabiá, residências artísticas e Casa das Filarmônicas com a Funceb, além de dezenas de outras boas experiências”, lembra o dirigente estadual.

“A proposta do projeto ‘Dei Valor!’ é disseminar a ideia da preservação e a consciência participativa como exemplo para todos”, finaliza João Carlos. A Rumpilezz traz a percussão afro-baiana com influência do jazz, tendo instrumentos de percussão e sopro. Informações: www.rumpilezz.com. Conheça livros do IPAC (http://goo.gl/CDv6q3) e seus Museus (www.ipac.ba.gov.br/museus). Assista aos vídeos: http://bit.ly/2n1mrVZ. Fique informado: www.ipac.ba.gov.br, facebook Ipacba Patrimônio, twitter @ipac_ba e instagram @ipac.ba.

Fotos em BAIXA resolução em ANEXAS.

Crédito Fotográfico obrigatório Fotos – Lei nº 9610/98: Jefferson Vieira

Fotos em AlLTA resolução no Link do Flickr: https://www.flickr.com/photos/secultba/24932143446/in/album-72157664367565402/

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 01.08.2016

Jornalista responsável Geraldo Moniz (DRT-BA nº 1498)

(71) 3117-6490, 3116-6673, 99110-5099, 99922-1743

Coordenação de Jornalismo e Edição: Marco Cerqueira (DRT-BA nº 1851)

(71) 98234-9940

ascom.ipac@ipac.ba.gov.br

www.ipac.ba.gov.br

facebook: Ipacba Patrimônio

twitter: @ipac_ba