IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Começam amanhã (7), às 16h, os ensaios do Coral do IPAC no Aclamação

  • Publicação:

Começam amanhã (7), às 16h, os ensaios do Coral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), no Palácio da Aclamação, no Campo Grande, Salvador. O edifício é originário de 1912, tombado como Patrimônio da Bahia em 2010 e integra o projeto de dinamização de espaços do Instituto. “O projeto de dinamização de espaços do IPAC começou em 2015 quando o governador Rui Costa reabriu o Passeio Público, área contígua ao palácio”, ressalta o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira. Ele explica que ainda integrando a dinamização, o IPAC conseguiu reaver e reformar três estacionamentos no Pelourinho reabrindo-os com 286 vagas/carro e 70 para motos.

 

“Além disso, reformamos a Praça das Artes no Pelourinho e fizemos parceria com o bloco Cortejo Afro para dinamizá-la de novembro (2016) a fevereiro (2017), tendo recorde de público no local”, diz João Carlos. Nessa iniciativa, o IPAC procura parcerias público-privadas com grupos artísticos, educacionais e de promoção socioambiental. Ainda neste primeiro semestre o IPAC anuncia Feiras de Alimentos Orgânicos no Passeio Público, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Rural e cerca de dez entidades ligadas à área.

 

ÓPERA no PALÁCIO – O Coral do IPAC já existia desde 2010, mas está sendo reativado graças à parceria com o Núcleo de Ópera da Bahia (NOP) que igualmente ocupa o palácio através do projeto de dinamização do instituto. “O núcleo é um projeto inovador que se encaixa na estratégia do governo estadual para dinamizar espaços e museus, e o Aclamação tem perfil adequado para recebê-lo”, completa o gestor do IPAC. O NOP faz ensaios e anunciou no último dia 18, com a presença do cantor e compositor Gilberto Gil, sessões e montagens de óperas para todo o ano de 2017. As apresentações serão abertas ao público.

 

A instrutora do Coral será a soprano Graça Reis, integrante do NOP, com apoio do maestro italiano Aldo Brizzi. Criado em novembro de 2009, o IPACoral objetiva valorizar e preservar a cultura dentro da instituição, estimulando a participação e envolvimento dos funcionários, representando o IPAC em Salvador e interior do estado. Em 2011, por exemplo, o IPACoral se apresentou em Mucugê, Chapada Diamantina, a 449 km de Salvador, no encontro estadual de corais, mais conhecido como ‘Festival Vozes da Chapada’. Compareceram mais de 350 coralistas no evento.

 

Já o NOP está preparando três óperas. Uma sobre terreiros de candomblé, outro com e para crianças e mais uma que terá inspiração nos festejos juninos. O núcleo é formado por cerca de 70 músicos, cantores e bailarinos. O Aclamação fica na Avenida Sete de Setembro, nº1.330, Campo Grande (Tel. 71 3117-6150). Acompanhe as novidades do Palácio da Aclamação e do projeto de dinamização do IPAC através do site www.ipac.ba.gov.br, facebook ‘Ipacba Patrimônio’, twitter ‘@ipac_ba’ e instagram ‘@ipac.patrimonio’.

 

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 06.03.2017

Jornalista responsável Geraldo Moniz (DRT-BA nº 1498)

(71) 99110-5099, 99922-1743

Texto, coordenação de Jornalismo e Edição: Marco Cerqueira (DRT-BA nº1851)

(71) 98234-9940, 3117-6490, 3116-6673

ascom.ipac@ipac.ba.gov.br

Facebook: Ipacba Patrimônio – Twitter: @ipac_ba