IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Centro de Documentação e Memória realiza palestras sobre história e urbanização dos azulejos em Salvador

  • Publicação:

O surgimento do azulejo e seu uso na composição do espaço urbano em Salvador foram os temas das palestras que o Centro de Documentação e Memória (CEDOM) do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), em parceria com o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, promoveu em 30 e 31 de agosto, às 14h. Gratuitas, as palestras receberam mais de 120 pessoas, entre estudantes, artistas, restauradores, professores e demais interessados. O evento aconteceu na sede do CEDOM, localizado na Rua Gregório de Mattos, nº 29 – Pelourinho, em frente à Casa do Olodum.

 

No dia 30 (quarta-feira), o especialista em restauração de azulejos, Estácio Fernandes, abordou sobre o ‘Pequeno Histórico do Azulejo Português e seus Aspectos de Conservação e Restauro’, considerando o surgimento do azulejo em Portugal, a introdução do mesmo no Brasil, as diversas tipologias do azulejo português e as circunstâncias econômica, social e política no contexto da evolução da azulejaria portuguesa, além de ressaltar os aspectos da conservação, degradação e restauro azulejar na capital baiana. Após a palestra, o especialista conduziu uma visita guiada à Ordem Primeira e Terceira de São Francisco, explicando aspectos deste objeto histórico.

 

Na quinta-feira (31) foi a vez da doutoranda Eliana Ursine que está atuando na investigação sobre revestimento azulejar de Udo Knoff produzido entre as décadas de 1950 e 1980 e mestre em Preservação do Patrimônio Cultural. Ela discorreu sobre o tema ‘Cerâmica Udo Knoff: A Arte Azulejar na Composição do Espaço Urbano de Salvador no Século XX’. Durante a palestra, relatos sobre a arte azulejar, que ganha feição genuinamente nacional, e a grande criatividade em todo o Brasil, tendo influenciado por algumas décadas a integração entre arte e arquitetura a partir do azulejar, foram apresentados, dando ênfase na região Nordeste, polo de maior destaque com a liderança de Udo Knoff em Salvador e sua relevante participação na formação deste patrimônio.

 

“É muito importante para o Museu Udo Knoff tratar sobre azulejaria no contexto da Bahia e no contexto nacional contemporâneo, pois é o primeiro Museu de Azulejo da América Latina. Comunicar ao público sobre a importância desse acervo é fantástico, pois tivemos a fala de dois parceiros, Estácio Fernandes e Eliana Mello, que lutam, pesquisam, trabalham e divulgam para o público esse legado herdado. Essa parceria com o CEDOM-IPAC foi excelente. Tivemos acesso a um público mais adulto e interessado no tema, especialistas e estudiosos desse legado herdado por nós. Queremos continuar trabalhando juntos e unindo forças para servir melhor ao público”, informa Renata Alencar, coordenadora do Museu Udo Knoff.

 

O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. Já a sua área superior, exibe fotografias de prédios revestidos com azulejos confeccionados pela oficina de Udo Knoff, fruto de projetos de artistas renomados do estado da Bahia. Completam aexposição, objetos confeccionados nas oficinas desenvolvidas pelos museólogos da casa, que realizam atividades educacionais.  O museu integra a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Núcleo de Comunicação – Ascom Dimus

Jornalista responsável: Yara Vasku (DRT-PR 2904)

(71) 3117-6445/ 99119-7746
Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia
Centro Cultural Solar Ferrão – 1º andar
Rua Gregório de Matos, 45 – Pelourinho, Salvador (BA)
dimusbahia.wordpress.com
facebook.com/museusdabahia