IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Notícias

Centro de Documentação e Memória realiza palestras sobre história e urbanização dos azulejos em Salvador

  • Publicação:

O surgimento do azulejo e seu uso na composição do espaço urbano em Salvador são os temas das palestras que o Centro de Documentação e Memória (CEDOM) do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), em parceria com o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, promove em 30 e 31 de agosto, às 14h. Gratuitas, as palestras são voltadas para estudantes, artistas, restauradores, professores e demais interessados.O evento acontece na sede do CEDOM, localizado na Rua Gregório de Mattos, nº 29 – Pelourinho, em frente à Casa do Olodum. Mais informações através dos telefones (71) 3116-6945/66737 ou e-mail: cepa.ipac@ipac.ba.gov.br.

 

No dia 30 (quarta-feira), o especialista em restauração de azulejos, Estácio Fernandes, abordará sobre o ‘Pequeno Histórico do Azulejo Português e seus Aspectos de Conservação e Restauro’, considerando o surgimento do azulejo em Portugal, a introdução do mesmo no Brasil, as diversas tipologias do azulejo português e as circunstâncias econômica, social e política no contexto da evolução da azulejaria portuguesa, além de ressaltar os aspectos da conservação, degradação e restauro azulejar na capital baiana. Após a palestra, o especialista fará uma visita guiada à Ordem Primeira e Terceira de São Francisco, explicando aspectos deste objeto histórico.

 

Na quinta-feira (31) será a vez da doutoranda Eliana Ursine que está atuando na investigação sobre revestimento azulejar de Udo Knoff produzido entre as décadas de 1950 e 1980 e mestre em Preservação do Patrimônio Cultural. Ela discorrerá sobre o tema ‘Cerâmica Udo Knoff: A Arte Azulejar na Composição do Espaço Urbano de Salvador no Século XX’. Durante a palestra, relatos sobre a arte azulejar, que ganha feição genuinamente nacional, e a grande criatividade em todo o Brasil, tendo influenciado por algumas décadas a integração entre arte e arquitetura a partir do azulejar, serão apresentados, dando ênfase na região Nordeste, polo de maior destaque com a liderança de Udo Knoff em Salvador e sua relevante participação na formação deste patrimônio.

 

“É muito importante para o Museu Udo Knoff tratar sobre azulejaria no contexto da Bahia e no contexto nacional contemporâneo, pois é o primeiro Museu de Azulejo da América Latina. Comunicar ao público sobre a importância desse acervo é fantástico, pois teremos a fala de dois parceiros, Estácio Fernandes e Eliana Mello, que lutam, pesquisam, trabalham e divulgam para o público esse legado herdado. Dividir com o CEDOM-IPAC essa parceria é atingir outros públicos que precisam conhecer o acervo que possuímos, ou mesmo contribuir para aqueles que querem simplesmente ampliar seus conhecimentos”, informa Renata Alencar, coordenadora do Museu Udo Knoff.

 

O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. Já a sua área superior, exibe fotografias de prédios revestidos com azulejos confeccionados pela oficina de Udo Knoff, fruto de projetos de artistas renomados do estado da Bahia. Completam a exposição, objetos confeccionados nas oficinas desenvolvidas pelos museólogos da casa, que realizam atividades educacionais.  O museu integra a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

 

 

Serviço: Palestras sobre ‘História e urbanização dos azulejos em Salvador’

Onde: Centro de Documentação e Memória (CEDOM)

Quando: 30 e 31/08 (quarta e quinta-feira), às 14h

Endereço: Rua Gregório de Mattos, nº 29 – Pelourinho

Contatos CEDOM: (71) 3116-6945/66737 ou e-mail: cepa.ipac@ipac.ba.gov.br

Gratuito

Visitação: terça a sábado, das 13 às 17h

Entrada: grátis

Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho – Salvador (BA)/ (71) 3117-6389

 

 


Texto: Jornalista Ana Paula Nobre (DRT-BA 3638)

Núcleo de Comunicação – Ascom Dimus

Jornalista responsável: Yara Vasku - (DRT-PR 2904) - (71) 99119-7746
Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia
Palácio da Aclamação - Avenida 7 de Setembro, 1.330, Campo Grande – CEP 40.080.001
(71) 3117-6445