IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Notícias

Baile carnavalesco movimentou o Palácio da Aclamação

  • Publicação:

O baile carnavalesco Bahia Real Masqué movimentou o Palácio da Aclamação, em Salvador, na noite de ontem (22). A renda arrecadada com a venda dos ingressos da festa, organizada pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), será destinada à construção da Casa de Apoio à Mulher com Câncer, que abrigará mulheres que vêm do interior da Bahia para fazer tratamento oncológico no Hospital da Mulher, na capital baiana.

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), autarquia vinculada à Secretaria de Cultura da Bahia (Secult-BA), o Palácio da Aclamação funciona como cerimonial de eventos geridos pelas VSBA, desde o final de 2017. O objetivo é angariar recursos para projetos sociais assistidos pela entidade e contribuir para preservação da edificação.

O prédio está localizado em uma região estratégica da cidade e conta com espaços para realização de atividades diversas, como palestras, workshops, lançamentos de filmes e livros, coquetéis, coffee-breaks e outros. A dinamização dos espaços tombados e administrados pelo Ipac gera oportunidades de entretenimento e negócios, além de fomentar o acesso e a formação cultural do público, sem deixar de lado a manutenção do patrimônio.

Saiba mais

O Palácio da Aclamação pertencia ao comerciante Miguel Francisco Rodrigues de Moraes, ficando conhecido no início do século XX como o Palacete dos Moraes. A partir de 1912, passou a ser a residência oficial dos governadores da Bahia pelos 55 anos seguintes. A edificação foi construída em estilo neoclássico e decorado com belos painéis emoldurados, guirlandas, laços e medalhões, pintados por Presciliano Silva. Seu acervo é composto de mobiliários nos estilos D. José e Luís XV, porcelanas, cristais, bronzes, tapetes persas e franceses e telas de pintores famosos.