IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

    banner-terreiros

Monumenta

O Monumenta é um programa de recuperação sustentável do patrimônio cultural edificado urbano brasileiro sob tutela federal, executado pelo Ministério da Cultura – MinC, e financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, mais a contrapartida do Governo da Bahia, que beneficia 26 cidades brasileiras em todo território nacional. Por recuperação sustentável, entende-se a execução de obras de conservação e restauro e de medidas econômicas, institucionais e educativas, para ampliar o retorno econômico e social dos investimentos, aplicando-os em sua conservação permanente.

Na Bahia, o Monumenta beneficia/beneficiou desde 2002 quatro cidades: Cachoeira, São Félix e Lençóis, cujas obras já foram finalizadas e entregues oficialmente desde 2012, sob coordenação do IPAC, além da capital baiana, onde ainda está em andamento a 7ª Etapa de Recuperação do Centro Histórico de Salvador, a cargo da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia – CONDER, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado – SEDUR.

Restauração do prédio da UFRB, em Cachoeira

Para garantir a sustentabilidade do programa, os municípios participantes do Monumenta criaram os Fundos Municipais de Preservação de cada cidade. Os Fundos devem ser administrados pelo gestor do Fundo e pelo Conselho Curador. O gestor do Fundo será o representante do Município. O Conselho Curador terá composição paritária entre o setor público e o setor privado e será integrado por representantes do Estado, do Município, do MINC, do IPHAN, dos órgãos estaduais de patrimônio, do empresariado, dos moradores, da universidade, das organizações não governamental ligada à preservação do patrimônio histórico e à promoção da cultura.

Em Lençóis, Cachoeira e São Félix, o IPAC/Monumenta restaurou cerca de 80 imóveis, entre edificações de conventos, igrejas, incluindo bens móveis e integrados, monumentos, casas com usos residenciais e institucionais, cineteatro, ruas, avenidas e orlas fluviais, totalizando cerca de R$ 40 milhões investidos. Cachoeira foi a cidade brasileira, dentre as 26 beneficiadas, que mais recebeu recursos. Dentre as obras em Cachoeira, estão a Igreja de Nossa Senhora da Conceição do Monte, a Igreja Matriz, o Convento do Carmo, o Cineteatro Glória, o Quarteirão Leite Alves preparado para receber a sede do Centro de Artes Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB, além das orlas de São Félix e Cachoeira. Em Lençóis, foi realizada a Requalificação Urbana da Avenida Senhor dos Passos, a restauração da Igreja do Senhor dos Passos, além da atual sede da Prefeitura local, dentre outras ações.

Lençóis, uma das cidades beneficiadas pelo programa

 

Veja fotos em alta resolução das obras realizadas em Lençóis, Cachoeira e São Felix

 

Conheça mais sobre o Programa Monumenta